Ressurreição e Reencarnação, diante da bíblia

Ressurreição significa literalmente “levantar; erguer”. Seu significado é voltar à vida; assim, o ato de uma pessoa considerada morta viver novamente.

João 11:1-57

43 E, ao ter dito estas coisas, clamou com voz alta: “Lázaro, vem para fora!” 44 O [homem] que estivera morto saiu com os pés e as mãos amarrados com faixas, e o seu semblante enrolado num pano. Jesus disse-lhes: “Soltai-o e deixai-o ir.”

Reencarnação é uma ideia central de diversos sistemas filosóficos e religiosos, segundo a qual uma porção do Ser é capaz de subsistir à morte do corpo. Chamada consciência, espírito ou alma, essa porção seria capaz de ligar-se sucessivamente a diversos corpos para a consecução de um fim específico, como o auto-aperfeiçoamento ou a anulação do karma.

João 20:1-31

19 Portanto, quando já era tarde naquele dia, o primeiro da semana, e, embora estivessem fechadas à chave as portas onde os discípulos estavam, de temor dos judeus, veio Jesus e ficou em pé no meio deles, e disse-lhes: “Haja paz convosco.” 20 E, depois de dizer isso, mostrou-lhes tanto as suas mãos como o seu lado. Os discípulos alegraram-se então por verem o Senhor.

Vemos que os discípulos não acreditavam ser Jesus na sua frente, pois encontravasse num corpo diferente do qual caminhava na terra junto aos seus. Pois se os tivessem reconhecido não precisariam ver as marcas deixada pelo flajelo da cruxificação.

João 21:1-25

1 Depois destas coisas, Jesus manifestou-se novamente aos discípulos junto do mar de Tiberíades; mas, fez a manifestação do seguinte modo. 3 Simão Pedro disse-lhes: “Vou pescar.” Disseram-lhe: “Nós também vamos contigo.” Foram assim e entraram no barco, mas, durante aquela noite não apanharam nada.

4 No entanto, quando estava amanhecendo, Jesusestava parado na praia, mas os discípulos, naturalmente, não discerniam que era Jesus.5 Jesus disse-lhes então: “Criancinhas, será que tendes algo para comer?” Responderam-lhe: “Não.” 6 Disse-lhes ele: “Lançai a rede do lado direito do barco e achareis [algo].” Lançaram-na então, mas não puderam mais recolhê-la por causa da multidão de peixes. 7 Portanto, aquele discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!”
12 Jesus disse-lhes: “Vinde, tomai o vosso primeiro almoço.” Nenhum dos discípulos tinha a coragem de indagar-lhe: “Quem és?” porque sabiam que era o Senhor. 13 Jesus veio e tomou o pão, e deu-o a eles, e assim também o peixe. 14 Esta foi então a terceira vez que Jesus apareceu aos discípulos depois de ter sido levantado dentre os mortos.

Mais uma vez não reconheceram Jesus. A ocasião em que os olhos dos discípulos foram abertos, no momento em que Jesus pediu para que os seus lançassem a rede no mar. Lembrando a passagem da rede cheia de peixes.

Lucas 24:1-53

13 Mas, eis que naquele mesmo dia dois deles estavam caminhando para uma aldeia, cerca de onze quilômetros distante de Jerusalém, de nome Emaús, 15 Ora, enquanto conversavam e palestravam, aproximou-se o próprio Jesus e começou a andar com eles; 16 mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo.
28 Por fim chegaram perto da aldeia para a qual caminhavam, e ele fez como se fosse caminhar mais para diante. 29 Mas eles exerceram pressão sobre ele, dizendo: “Fica conosco, porque já está anoitecendo e o dia já está declinando.” Em vista disso, entrou para ficar com eles. 30 E, ao se recostar com eles à mesa, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e começou a dar-lho. 31 Com isso abriram-se-lhes plenamente os olhos e o reconheceram; e ele desapareceu de diante deles.
36 Enquanto ainda falavam destas coisas, ele mesmo estava em pé no meio deles [[e disse-lhes: “Paz seja convosco.”]] 37 Mas, visto que estavam apavorados e tinham ficado amedrontados, imaginavam ver um espírito. 38 De modo que lhes disse: “Por que estais aflitos e por que é que se levantam dúvidas nos vossos corações? 39 Vede minhas mãos e meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, porque um espírito não tem carne e ossos assim como observais que eu tenho.

Mais uma vez percebemos que não reconheceram Jesus, pois encontrava-se em outro corpo físico, bem diferente daquela que já teria aparecido outras vezes e sempre motivado à provar sua identidade interior pela falta de fé dos seus,mediante a apresentação e provas.
O ponto final é que os discípulos apenas reconheceram Jesus por provas, mediante seus atos reconhecidos na terra, bem como, a partilha de pães, a rede de pesca no qual o mar dava os seus peixes, as mãos e pés machucados devido a ruptura deixada por pregos no momento da cruxificação.

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião, Tradução Novo Mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.