O inferno registrado na Bíblia

Geena (do hebraico גֵיא בֶן-הִנֹּם, transl. Geh Hinnóm, literalmente “Vale de Hinom”) é um vale em torno da cidade Antiga de Jerusalém, e que veio a tornar-se um depósito onde o lixo era incinerado. Atualmente é conhecido como Uádi er-Rababi. 15.

“Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Percorreis mares e terras para fazer um prosélito e, quando o conseguis, fazeis dele um filho do inferno duas vezes pior que vós mesmos.” Mt 23:15

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/01/47/23.php 15

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque percorreis o mar e a terra seca para fazer um prosélito, e, quando se torna tal, fazeis dele objeto para a Geena duas vezes mais do que vós mesmos. Mt 23:15

Fonte: http://www.watchtower.org/t/biblia/mt/chapter_023.htm

Posteriormente tendo sido traduzido algumas vezes como “inferno”, o termo Geena acabou por ser conotado com um lugar de tortura, de intensos sofrimentos, para onde são conduzidas as almas dos pecadores impenitentes, após a morte do corpo físico, reavivando os ensinamento pagãos antigos da Babilônia e do Egito.

Sheol, Xeol ou Seol, (pronunciado “Sheh-ol”), em Hebraico שאול (She’ol), é o “túmulo”, ou “cova” ou “abismo”.

No Judaísmo, é um local de purificação espiritual para os mortos, um local mais distante possível do céu divino. O tempo de punição é limitado a doze meses e cada sábado é excluído da punição e após esse tempo será lhe dado uma nova oportunidade ou será destruída.

“9.A nuvem se dissipa e passa: assim, quem desce à região dos mortos não subirá de novo;” Jó 7:9

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/01/20/7.php

“9 A nuvem certamente acaba e vai embora; Assim não subirá aquele que desce ao Seol.Jó 7:9

Fonte: http://www.watchtower.org/t/biblia/job/chapter_007.htm

Quando as escrituras foram vertidas para o grego a palavra Sheol foi substituída pela palavra grega Hades (sub mundo).

Hades (em grego antigo Άδης, transl. Hádēs), na mitologia grega, é o deus do Mundo Inferior e dos mortos, morada das almas dos mortos. É a transliteração comum para o português da palavra grega haídes, usada em várias traduções da Bíblia.

“E tu, Cafarnaum, serás elevada até o céu? Não! Serás atirada até o inferno! Porque, se Sodoma tivesse visto os milagres que foram feitos dentro dos teus muros, subsistiria até este dia.” Mt 11:23

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/01/47/11.php

“23 E tu, Cafarnaum, serás por acaso enaltecida ao céu? Até o Hades descerás; porque, se as obras poderosas que ocorreram em ti tivessem ocorrido em Sodoma, ela teria permanecido até o dia de hoje.” Mt 11:23

Fonte: http://www.watchtower.org/t/biblia/mt/chapter_011.htm 23

Inferno é um termo usado por diferentes religiões, mitologias e filosofias, representando a morada dos mortos, ou lugar de grande sofrimento e de condenação.A origem do termo é latina: infernum, que significa “as profundezas” ou o “mundo inferior”.

Quando as escrituras foram vertidas para o latim as três palavras, Geema, Sheol e Hades foram traduzidas para inferno ou receberam uma leve implicância. Percebemos claramente o quanto as escrituras foram alteradas para um propósito diferente do inicial. Aprendemos que o inferno é um local onde Deus irá enviar todo aquele que não segue e pratica os seus princípios e ensinamentos divinos. Pura bobagem. E não podemos nos esquecer que esse mesmo local será administrado pelo maior oponente de Deus, denominado como, o diabo, o qual pela sua ótima atuação e serviços prestados, poderá levar  todos os seus anjos malígnos para essa tarefa.

Percebemos que com o passar dos tempos essa estória foi alimentada com mais e mais arranjos e que nos dias de atuais é humanamente impossível sustenta-la, tudo por causa da evolução humana, o acesso rápido e fácil a documentos antigos, estudos individuais, repartição de idéias, pensadores. Vemos que a idéia de criar o inferno era para manter os menos avisados na linha e dentro da doutrina que melhor convier aos que a lideram.

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião, Tradução Bíblia de Jerusalém, Tradução Novo Mundo. Bookmark o link permanente.