O apedrejamento de Estevão

Estevão

E atiravam pedras em Estêvão, enquanto ele fazia apelo e dizia: “Senhor Jesus, recebe meu espírito.” 60 Então, dobrando os joelhos, clamou com forte voz: “Jeová, não lhes imputes este pecado.” E, dizendo isso, adormeceu [na morte]. Atos 07:59-60

http://watchtower.org/t/biblia/ac/chapter_007.htm

59.E apedrejavam Estêvão, que orava e dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito. 60. Posto de joelhos, exclamou em alta voz: Senhor, não lhes leves em conta este pecado… A estas palavras, expirou.  Atos 07:59-60

http://www.bibliacatolica.com.br/01/51/7.php

Por que o corpo governante alterou o título “Senhor” pelo nome próprio “Jeová”.  Será por que alteram indiscriminadamente todo título Senhor para o nome Jeová? Ou, será por que o apóstolo se ajoelhou diante de seu Senhor?

Antes do apedrejamento vemos que o apóstolo Estevão faz uma resenha das escrituras para os doutores da Lei, e argumenta que o assunto principal é a vinda do filho do homem que é predita desde os primórdios.  Para o caro leitor que ainda não sabe, mais os Jeovistas não aceitam a divindade de Cristo e nem que o mesmo se equipara ao Pai Eterno, ou seja, Cristo é um deus menor. Assim é inaceitável que o homem se dobre diante de Cristo.

Tenho mais alguns artigos, mas irei discutir mais tarde, como o verbo na frase, “prostrar” registrado nas antigas escrituras,  substituído por “prestar homenagem” quando o assunto se trata com Jesus. O assunto em questão era a vinda de Cristo predito pelos personagens bíblicos e é claro que o Senhor o qual Estevão falava é Cristo, por que podemos dobrar nossos joelhos diante do filho do homem.

 “a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai.” Filipenses 2:10,11http://www.watchtower.org/t/biblia/php/chapter_002.htm

As escritas dos primeiros seguidores de Cristo, dão a entender que Jesus o Cristo, era mais que um profeta de Deus. Jesus o Cristo, Messias, Ungido de Deus é própria representação Divina, toda a perfeição de Deus. Alguns  como, Isaías, João Batista, João, Paulo, Pedro e tantos outros documentaram que Jesus era a representação de Deus, seu Pai Celestial.

Anúncios
Esse post foi publicado em Tradução Novo Mundo. Bookmark o link permanente.